Em meados de Dezembro de 2009, fomos procurados por um representante do 1º Batalhão de Policia do Exército, a Sra Iê S. Faria - Madrinha do 1º BPE. Nesse contato fomos informados que o Batalhão estava precisando de 2 cães para iniciar o treinamento de faro para o resgate de pessoas em escombros (vivas ou mortas) e tb de busca a armas, explosivos e entorpecentes.
                    Os cães, caso passassem no teste de aptidão, deveriam ser doados com toda a documentação já que seriam incorporados ao Exército Brasileiro.
                    Como dentro da nossa criação tinham 2 cães que na nossa maneira de ver se destacavam em achar tudo que era perdido, marcamos a visita deles agora em Janeiro de 2010.
                    Em relação a vizinhança foi um acontecimento. As 8 horas da manhã estava na nossa porta uma guarnição do Exército em veículo oficial, com fardamento e armamento completo. A guarnição era composta pela 1ª Tenente Veterinária Alice, o Sargento Thiago Mello, o Soldado Sabino que fazem parte da Seção Cães de Guerra e mais o motorista do Batalhão.
                    Extremamente educados e objetivos, visitaram nossas instalações e foram apresentados aos "cãodidatos", Pancho (Ch.I., Ch.F. Black Pancho of Pineland) e Scarlet (Ch.I., Black Scarlet of Pineland).
                    Com o comportamento alegre e extrovertido dos cães, aliada a disposição em busca da bolinha usada durante os testes, os cães foram aprovados. E assim, quando a guarnição foi embora levou com eles Pancho e Scarlet.
                    Para nós, essa doação feita foi com muito orgulho, tanto pela aprovação dos cães como tb pelo trabalho nobre que irão fazer abrindo assim a utilização para o trabalho aproveitando as aptidões naturais da raça Retriever do Labrador.
                    Pelas notícias que sempre recebemos, a chegada deles ao Batalhão foi uma festa e estão se adaptando muito bem a nova rotina.
                    Por enquanto estamos colocando as fotos apenas da visita e em breve as relativas ao treinamento.