As Cores do Labrador

               "... Agora assume-se que o Labrador seja preto, amarelo ou fígado (popularmente chamado de chocolate), sendo estas as três cores reconhecidas.
           Mas atualmente há e houveram outras cores. Quando eu comecei com os Labradores em 1939 era sabido que havia um Labrador branco que podia ocasionalmente aparecer em linhagens pretas, e quero dizer verdadeiramente branco, não creme extremamente claro. Estes Labradores apareciam com certa freqüênciamas sempre dentro da mesma linha, CH. Durley Beech foi um cão que carregava esse gen. Eu me lembro de ter visto um cão deste, neto do CH. Durley Beech durante a guerra. Era um cão muito bonito, branco puro, sem nenhum tom de creme em parte alguma, nem nas pontas das orelhas ou logo abaixo do jarretes, porém ele se parecia com um Labrador preto. ...
           
              ... Outra cor que também aparece ocasionalmente é a, do “Hailstone” Labrador, preto com manchas brancas. Quando eu era mais nova, esses cães eram bem vindos porque achavasse que eles eram pertencentes a velhas linhagens dos verdadeiros cães de água...
           
              ...Outras cores que são agora um problema para nós são os “Black-and-tans” e os “Labradores respingados”. No caso de você nunca ter visto um “Labrador respingado”, esta palavra realmente descreve a cena. O respingado não aparece antes dos 4 meses e como começa abaixo dos flancos e nas partes inferiores do interior das pernas, não é notado. Então um dia este filhote fica na chuva e você começa a enxuga-lo e percebe que a lama não sai. Você esfrega, esfrega e examina com mais calma a lama e percebe que os respingados são ramos coloridos do pelo, com a cor exata de lama ou ocasionalmente dourados. Isto é um choque desagradável para o dono a menos que ele já tenha visto antes e ele sente como se o filhote não fosse de raça pura. De uma certa forma ele está correto porque isso provavelmente é uma volta hereditária a um ancestral brindle, apesar de ser uma volta muito distante. Eu estou convencida que o Labrador, sendo uma raça fabricada de origens não identificadas, carrega todo o tipo de linhagens, onde ocasionalmente os gens se encontram e acontecem esses retrocessos...

          ...Os Labradores Black-and-Tan são claramente marcados nas pernas, bochechas, acima dos olhos e peito com a cor marron. Estas marcas seguem exatamente as marcações black-and-tan como os Setter Gordon, um Doberman, a Rottweiler ou um Terrier Manchester e é altamente indesejável. Eu estou certa que um Labrador marcado desta forma vem de uma criação errada e recente, e que temos um Rottweiler ou um Doberman vindo de algum tempo provavelmente durante ou após a Segunda Guerra Mundial. Muitas linhagens estranhas vieram nesta época, algumas acidentalmente mas outras deliberadamente, para produzir ou “melhorar” certos pontos e, como o tipo do Labrador é muito bem estabelecido, eles poderiam passar como Labradores puros....


Williams, Mary Roslin. 2000. Reaching for the stars. Doral Publishing, London. 172pp.
 

Alguns exemplos dos Labradores citados acima podem ser vistos no site:

www.woodhavenlabs.com

Para entender melhor a genética das cores dos Labradores, visite o site: